SER JOVEM E SER CRISTÃO PDF Imprimir E-mail

SER JOVEM E SER CRISTÃO EM UM MUNDO COMO O DE HOJE

-O desafio de enfrentar um mundo moderno e cheio de obstáculos, já é por si só um desafio gigante para um jovem comum. Enfrentar este mundo com propósito de se colocar como cristão é um desafio ainda maior. Não deveria, mas é. Há que se vencer além de todos os percalços naturais da modernidade, o preconceito de querer se posicionar como um seguidor de Jesus Cristo.
A boa notícia, é que assumir este desafio nos traz recompensas infinitas... literalmente infinitas.
É de se admirar que um jovem comprometido com princípios escolha este caminho, mas é de se esperar também que as pessoas não incentivam naturalmente que se escolha um caminho cristão, um caminho de busca do bem, um caminho de perdão e de amor incondicional ao próximo. Porque nosso mundo de hoje é voltado para o “eu” de cada um. Voltado para que você pense em você, você haja por você, você coloque como prioridade número um, você.
O “jovem” chamado Jesus Cristo, veio para desafiar este mundo voltado para o “eu”. Ele colocou como última das suas próprias prioridades, si próprio. “Gastou-se” por completo em sua condição humana, só para provar que este caminho que o mundo nos apresenta, é um caminho inverso, é um caminho contrário.
Aquilo que “parece” trazer felicidade acaba trazendo tristeza. Aquilo que parece trazer realizações acaba por trazer fracassos, e fracassos seguidos. Aquilo que parece trazer alegria deprime. A doença que mais atinge seres-humanos nos dias de hoje se chama depressão, e suas variações (síndrome do pânico, anorexias, etc).
É pra você, jovem cristão, que dedico estes pobres e leigos pensamentos de hoje. Você cristão que apesar de jovem, tem em si um pensamento que busca conhecer este Jesus Cristo. Tem em si uma vontade, mesmo que imperceptível, de saber o que este “cara” quer dizer na sua vida.
Pode parecer que quem te estimula a  buscar um pouco destas “verdades” sejam aqueles que estão próximos, como seus pais, seus amigos, seus catequistas, seu padre... enfim, pode parecer, mas não é.
Você é um filho de Deus. Jesus é um filho de Deus. Há algo que os une, e este algo é o Espírito Santo de Deus, que age em cada um de nos.
Jesus Cristo não pensava prioritariamente em Jesus Cristo. Pensava prioritariamente nos mais necessitados: pobres, abandonados, endividados, encarcerados, desesperados, prostitutas, cobradores e pecadores.
Jesus Cristo não agia em favor de si próprio. Agia em favor destes excluídos. Agia de fato e com toda sua força em favor destes, para favorecer estes, para beneficiar a estes... depois aos outros. Tinha suas prioridades.
Jesus Cristo não se colocou em sua própria lista de prioridades. Quando o mundo lhe virou inteiramente as costas, nem assim ele o priorizou. Aceitou sua condição, aceitou sua missão de salvador, e se entregou inteiramente, completamente, integralmente, para favorecer estes desvalidos, e a toda humanidade. Não precisava, mas cumpriu. Derramou até a sua última gota de sangue para cumprir esta missão divina.
É por isso que temos hoje garantias infinitas, porque seguir este “cara”, este caminho, nos leva a ressurreição. À ressurreição da cruz, de Jesus Cristo.
E é por isso que dirijo a você, jovem cristão, estas palavras de incentivo, de motivação. Não perca a vontade de seguir este caminho do bem. Não perca, e não deixe que tirem de você, este compromisso que você sabe haver dentro do seu coração, de buscar o bem, de praticar o bem. É difícil, mas os caminhos seguros e certos sempre são os mais difíceis, porque não existe vitória fácil. Não existe realização fácil. Não existe perdão fácil.
Procure nos sacramentos os sinais que você busca... você os encontrará.
Procure na Sagrada Eucaristia uma proximidade real com Jesus Cristo... você encontrará.
Procure na Igreja um dos seus “lugares de curtição”... você encontrará.
Procure no seu Sacerdote a figura do “Pai espiritual” e do seu “confessor fiel”.... você encontrará.
Mas acima de tudo, de todos, e com a ajuda de Deus, procure dentro de você a essência do amor cristão, do amor descompromissado, do amor solidário e caridoso, da verdadeira felicidade, e tenha certeza... você encontrará.
Pode parecer difícil, mas você encontrará.
E se de fato estiver difícil, lembre-se que existe um Deus Pai, Filho e Espírito Santo que não te abandona nunca. 24 horas a sua disposição, bastando para isso que você se “conecte” através da senha divina dada pelo próprio Deus, que é deixar aberta a porta do seu coração para que Ele ali faça definitivamente a sua morada.
Deus abençoe e conserve acesa dentro de você esta chama do bem, do amor de Deus. Nunca se envergonhe de sua condição de Cristão, pelo contrário, divulgue esta opção. E isso o levará a um encontro constante com o criador, infinitamente.
 Matéria Jornal Sagrada Face
Silvio Maduenho – Dezembro/2009